18 de ago de 2011

190° dia - 17/08/2011

Acordando e indo direto pro almoço, mas no restaurante por quilo. Escolhi feijoada. Não mais como era antes, mas apenas com arroz, feijão com 2 rodelas de linguiças e um pedaço de pé (adoro), couve refogada e salada. Sim, salada junto com feijoada. Isso realmente nunca havia me passado pela cabeça antes. Que seria possível comer feijoada e salada num mesmo prato. Primeiro porque antes nem caberia a salada no prato...kkkkk
Pesei o prato e deu 400g de comida. Deixei o pé porque não achei que estava bom. Deixei metade da salada porque desisti mesmo de comer porque o pé não estava bom. No final, se comi uns 200g foi muito. Ótimo. Saí de lá sem tomar café nem sobremesa.

No meio da tarde, após uma sustentação oral em julgamento de recurso, fiquei feliz com o resultado e resolvi me dar um presente (de grego), já que estava batendo aquela fominha. Parei em uma padaria bem legal na Aclimação e fiquei surpreso com a quantidade de coisas boas que tinham lá. Comi uma fatia de pizza com suco de laranja no balcão. Deixei a borda.
Peguei um pacote de biscoitos de polvilho e até chegar em casa em São Caetano comi 2 deles.
Fui à consulta com meu médico e ele disse que estou perdendo normal por enquanto e só pediu uns exames de rotina pois fazem 6 meses da operação. ele é bem quieto, não fala muito e não faz elogios ou dá broncas diretas. Não sei se isso é bom ou ruim, um dia páro pra analizá-lo melhor..kkkk
Passei no mercado e comprei umas coisinhas que faltavam em casa. Comi um mexerica com a Joyce e fui pra academia (Aleluia!!!) Fiz musculação e voltei.
Minha irmã liga e o dia que estava uma comilança sem fim, terminou ainda pior: Churrascaria! Comi salada com a carne e me controlei bem, não passei mal e tomei um chá de jasmim em casa pra arrematar.

Cardápio do dia:
12h: Arroz, feijoada e salada
17h30: fatia de pizza
18h: 2 biscoitos de polvilho
20h: 1/2 mexerica
21h30: leite com nutren e suco de uva
23h: salada e carne (300g)

189° dia - 16/08/2011

Mais um dia de trabalho, e menos um dia de academia ou exercícios.
A correria está tão grande que chega no fim do dia eu só quero chegar em casa e deitar na frente do sofá e comer alguma coisa ou sair pra comer fora, preferencialmente.

Com a Festa Italiana fui deixando alguns assuntos pendentes na Fundação e no Circolo, além dos processos dos meus clientes particulares que eu também tenho que ir acompanhando. Aí junta tudo e eu tento resolver tudo o mais rápido possível, mas como eu durmo de madrugada e acordo tarde, dou preferência para um almoço o mais saudável possível, de preferência cozinhando em casa, o que toma um tempo maior ainda do dia e sobram só algumas horas antes da população normal parar de trabalhar e eu ter que parar também no que tange as tratativas com estas pessoas, depois continuo de casa e pela internet. É bem chato o mundo todo parar lá pelas 18h e você com pique pra continuar até de madrugada, mas tem que parar também. A Internet até que ajuda muito nesses casos.
Chegando em casa fui para um restaurante com minha esposa, minha irmã e meu sobrinho: Rodízio de Sushi.
Descobri uma coisa bem interessante outro dia: ao comer sushi, esqueça outro tipo de bebida e dê preferência ao chá japonês (quente e sem açúcar). Ajuda na digestão e não sei porque, empurra a comida sem te deixar empanturrado, mas tem que se controlar senão acaba comendo demais (atenção para a malandragem, operados com cabeça gorda! Kkkkk).

Cardápio do dia:
12h: arroz, lentilha e frango assado
15 às 20h: balas de banana e outras balas e chicletes
21h: rodízio de sushi
1h: pipoca
2h: torrada com margarina