22 de mar de 2011

41° dia - 21/03/2011

Segundona começou tarde, almoçando direto em restaurante por Quilo. Tudo errado! O estomagueto não aceita muito bem esse tipo de atitude. Parece que precisa de algo mais leve para começar o dia antes de receber CARNE. Sim, esse parece ser um grande problema pra mim, já que na maioria das vezes que como carne com pressa eu dou uma entupida básica e tenho que botar tudo pra fora. Hoje foi bem rápido, já que consegui comer apenas 3 garfadas e tive que ir ao banheiro botar tudo pra fora.
Fiquei sem comer o dia todo, só tomando água.
O pior que depois do expediente de Advogado, resolvi fazer umas reforminhas básicas no Circolo Italiano e acabei ficando umas 4 horas lá furando paredes, batendo pregos, carregando coisas, etc. Tudo sem nada no organismo. Mas não deu fome em nenhum instante. Incrível isso.
Na janta fui comer carne de novo, mas bem devagar. Não deu certo. Parece que se o dia começa errado vai terminar errado, pelo menos para a comida. Botei metade pra fora e tentei manter o máximo possível dentro de mim.
Desisti dos sólidos, tomei um suco de maçã de caixinha e fui dormir.

40° dia - 20/03/2011

Domingão é dia de comida italiana. Fiz um Bife à Parmegiana com arroz branco. Comi meio bife pequeno. Detalhe, coloquei queijo branco no lugar da Mozzarella. Ficou mais leve e menos oleoso. Gostei. A Joyce nem tanto.
O resto do dia nem saímos de casa. O tempo feio não deu vontade de mais nada a não ser ficar embaixo das cobertas na sala assistindo TV. Vimos uns 6 capítulos de Glee e mais outras bobagens de Domingo da TV aberta e um filme. Nem lembro qual foi.
Quando dá aquela fominha no fim da tarde, a vontade é comer tranqueira num tempo desse. Tentei resistir, mas acabei comendo duas bisnaguinhas com requeijão e coloquei mini-pães de queijo no forno para ir assando.
Descobri um outro problema que não tinha percebido ainda. Se eu vou comer algo enquanto outro cozinha, como fazia antes, o tempo não é mais suficiente para descer uma antes da outra começar a entrar pela minha boca. Ou seja, quando o pão de queijo ficou pronto, quentinho e cheiroso, fui comer e a bisnaguinha ainda estava lá. Encheu demais. Parei tudo e fiquei quietinho até baixar tudo. Demorou umas 3 horas.
Daí dá fome de novo, claro, só carboidrato entrando tem um preço. Fiz um bolo de fubá. Quando ficou pronto, comi um pedaço que caberia em uma colher de chá, mas já não tinha mais tanta graça porque não dá pra beber aquele cafezinho ao mesmo tempo.
Algumas coisas precisam de bebida ao mesmo tempo para harmonizar, mas fazer o que né?