21 de fev de 2011

Segunda semana

Comecei a ir fazer esteira na academia, bem devagarinho.


O médico tirou os pontos no oitavo dia após a operação, no consultório dele mesmo, e disse que podia tirar a meia se estivesse fazendo minhas caminhadas de acordo, para evitar a trombose.
A dieta passou a contar com Ades zero, Nutren Active misturado a leite desnatado e iogurte desnatado também, o que ajuda muito.
Quando estou com muita fome, o caldo parece que não dá a devida sustância, aí eu troco este pelo iogurte de ordem e parece que segura mais a fome.
O truque que estou usando para o iogurte é o seguinte: comprar iogurte desnatado consistência firme e compota de doce para dietéticos. A compota vem com a calda do doce que não tem açúcar e esta eu jogo no iogurte e misturo. Comprei uma de laranja que é deliciosa. Quando acaba a calda do doce, é só colocar água com adoçante sucralose na panela e ferver um pouco com os pedaços da fruta que ficaram no pote da compota e a água pega o gosto de novo, volta pro pote e coloca na geladeira.
Esse final de semana fui para a Praia e fiquei na piscina um pouco, pra pegar uma cor mais saudável, já que essa falata de comida tira a cor da gente e parece que estamos doentes. Vale a pena pegar um sol de vez em quando, além do que ativa as vitaminas do corpo.
Estou voltando ao trabalho aos poucos, mesmo estando afastado (o médico deu 15 dias da operação no atestado), mas ficar em casa é muito chato pois a cabeça não distrai e você pensa muito em comida.
Hoje é segunda 21/02/2011, vou pra academia daqui a pouco e já comi uma gelatina pra segurar o corpo enquanto vou enfrentar uns 45 minutos de esteira na velocidade 4.0. É devagar, mas o médico disse que ainda não posso forçar, mas tenho que fazer.

Primeira semana

A primeira semana de um operado não é o Paraíso na Terra. No hospital sentia dores do lado esquerdo da operacão bem próximo a uma das incisões, o que descobri ser o local por onde entram pinças durante a operação e estas pegam bem em um nervo abaixo da costela que fica dolorido depois. Nada que um pouco de Tramal na veia não resolva. No segundo dia já passei para a dieta líquida, mas mesmo assim fiquei com o soro na veia e por onde entravam as medicaçōes, como antiinflamatórios, antibióticos, anestésicos e Dramin para evitar enjôo.
Tinha que caminhar todos os dias pelo corredor do hospital e várias vezes, o que doía apenas para entrar e sair da cama.

A Fisioterapeuta vinha duas vezes por dia para exercitar os pulmões com exercícios de respiração, evitando pneumonia.
Três dias internado, peguei minhas coisas e vim para casa, após a alta, claro.
Não colocaram sonda em mim, que geralmente serve para ver se está vazando alguma coisa dentro da cavidade abdominal se os pontos internos se soltarem e evitar um desastre maior. Mas no meu caso não colocaram sonda. Sei lá porque.
Em casa fiquei calminho nos primeiros dias, caminhando dentro de casa a maior parte do tempo, e tomando ainda as injeções de anticoagulante que minha sogra vinha me aplicar na barriga de manhã (4 dias).
Passei a tomar Dramin e Lisador apenas quando sentia enjôo ou dor, ou seja, não tomei mais. O Nexium (protetor do estômago) e o meu remédio pra Pressão Alta continuei tomando normalmente, ou seja, moído e dissolvido na água. Sabor horrível de amargo.
A dieta líquida ocorre a cada duas horas e no intervalo com consumo de água. É basicamente gatorade, água de coco, gelatina diet e o caldo de sopa (só o caldo).
Às vezes me pego imaginado comendo. Não pela vontade de mastigar, mas pela fome mesmo. Geralmente tenho vontade de coisas não saudáveis, como HotDog ou Hamburger ou Macarrão. Deve ser crise de abstinência de óleo e frituras.rs
Minha pele em compensação está maravilhosa. Tinha algumas espinhas na cara de vez em quando e está tudo lisinho agora.