25 de jun de 2011

136º dia - 24/06/2011

Hoje é dia de fazer a massa fresca comprada ontem. Tagliarinni de 4 cores. Merece um molho branco estilo alfredo com queijo canastra derretido ao invés de parmesão. O segredo é derreter o queijo em água primeiro antes de juntar o creme de leite. Pra acompanhar, linguiça toscana. Nada a ver, mas fica boa a combinação...kkkkk


Depois passamos a tarde em afazeres de casa. A Joyce foi passar roupa e eu fui fazer a fantasia da festa italiana. Tá difícil demais de achar passadeiras/faxineiras por aqui. Era pra vir uma hoje mas nem eu satisfação do porque não apareceu.
Depois fomos às compras no mercado e fizemos pizza para comer antes e assistir a um filme. Filme do dia: Desconhecido com Liam Neeson.
Acho que durante a preparação da pizza, acabei comendo uma fatia de presunto parma com uma taça de vinho, e a pizza acabou mais rápido do que imaginava, daí comi duas fatias pequenas, que equivalem a uma fatia grande normal. Resultado, comecei a me sentir muito pesado, mas muito mesmo. Deitei e esperei uns 15 minutos pra passar. Essas beliscadas antes da comida são traiçoeiras. Pode ser bom pra quebrar a ansiedade da fome e não deixar que se coma rápido demais, mas pode te encher demais também e fazer mal. Tenho que acostumar com limites ainda. Acho que pela vida toda...hehehehe

Cardápio do dia:
14h: Macarrão com linguiça
15h: mexirica
18h: torrada com geléia
23h: pizza de calabresa e de presunto parma
2h: bananinha passa
3h: amendoim japonês

135º dia - 23/06/2011

Espero queo Feriadão esteja sendo bom pra vocês. Eu estou tentando achar coisas interessantes pra se fazer sem gastar muito (a viajem pros EUA saiu um pouquinho além do esperado).
Depois de resolver umas coisinhas de Direito Autoral (baixar episódios de Glee), fomos para São Roque. Faziam uns 20 anos ou mais que não ia pra lá, então fui totalmente perdido em busca de coisas para ver e fazer. O provlema foi que chegamos lá eram umas 18h, com um por do sol lindo, mas sem mais nada aberto na cidade, mesmo porque era feriado mesmo.
No fim das contas, resolvemos tentar alguma sorte na Estrada do Vinho, onde existem diversas vinícolas e restaurantes. Achamos uma adega com restaurante português. Quinta do Olivardo. Comemos e ainda fizemos compras. O problema de conhecer lugares assim depois de operado é que a quantidade de guloseimas para se experimentar é tanta que agente fica maio perdido. Resolvi usar a técnica do devagar e sempre em pequenas quantidades. Experimentei o vinho e comprei queijo, doce de leite, biscoitos e massas frescas para comer depois em casa. No restaurante pedi bolinho de bacalhau de entrada, Um prato de lascas de bacalhau com batatas, couve, pimentão vermelho, cebola e ovo acompanhado de arroz branco. De sobremesa pastel de nata e café no fim de tudo. Uma delícia, mas mesmo comendo pouco de cada um, fiquei meio pesado. Mas bem pouco.
De volta pra casa fiamos assistindo os episódios de Glee e acabei comendo M&Ms e amendoim.


Cardápio do dia:
13h: pão com ovo e café
16h: salda caesar com frango empanado
20h: Bacalhau, arroz, bolinho e pastel de nata
23h: amendoim e M&Ms