21 de mai de 2011

101° dia - 20/05/2011

Descansados, resolvemos acordar mais tarde para reabastecer nossa pilha, senão acabaríamos doentes.
Acordamos lá pela 12h30 e fomos dar uma volta na cidade para eu mostrar pra Joyce onde tinha trabalhado e rever uns amigos. Não sei se já contei por aqui, mas morei uns 4 anos em Orlando e voltei para o Brasil em 2000. Depois disso nunca mais voltei, até agora.
Muitas coisas mudaram por aqui, e tudo cresceu. Onde antes era só mato, hoje tem complexos inteiros de lojas e hotéis e tudo o mais..
Fomos à loja de meu amigo: a Best Brazil, e comprei um perfume, relógio e óculos escuros com ele. Depois da sessão Mega-compras de ontem, hoje tentei me segurar, principalmente porque é o segundo dia e um dos meus cartão já estourou o limite...kkkk
Dali, fomos comer (nada saudável) e fomos para o Hollywood Studios (Disney), que por ser menor, não precisaria o dia todo.
Chegamos lá e estava tendo um dia especial Star Wars. O pessoal (visitante) is de fantasia e tudo... Muito engraçado, mas o melhor mesmo foi que o parque acabou ficando aberto até mais tarde por causa disso. Muita sorte mesmo. Saímos era Meia-noite. Mas antes compramos uma Maçã do amor para comer no hotel. Só foi uma lasca... Bom demais!

Amanhã tem mais parque e preciso ir dormir agora. Boa noite a todos!

Cardápio do dia:
15h: 6 Nuggets com Coca-cola (Burger King)
21h: Pretzel com coca-cola
23h30: Hot-dog com coca-cola
2h: Pedaço de maçã do amor

100° dia - 19/05/2011

Pra comemorar os 100 dias de operado: MIAMI
KKKkkk.. não foi bem por isso que viajei, mas que foi bom comemorar tomando um Marguerita em Miami Beach, isso foi.
Chegamos em Miami por volta das 7h, e depois de Imigração e pegar carro na locadora e dar umas voltas pela cidade, fomos para Miami Beach, onde levei a Joyce para conhecer esse lado tradicional e chic da cidade.
Demos uma volta na praia, com a roupa que estávamos do avião, ou seja, de calça comprida e camisetas pretas, já que saímos de São Paulo com uns 12°C, no avião devia estar a mesma coisa, e chegamos em Miami e já estavam uns 30°C...
Tudo bem, para refrescar, devidimos sentar em um bar de frente para a Colins Ave. e tomar uma Frozen Marguerita, que estava deliciosa. Chegou uma Ferrari e parou do nosso lado e desceu um rapaz com um Senhor de idade. Como não conhecemos ninguém, o negócio é ficar fofocando entre agente mesmo e especulando a vida alheia. Chegamos à conclusão que deviam ser um casal. Depois saiu do bar/restaurante uma modelo linda e todos ficaram olhando para ela, inclusive o rapaz e o velhinho da Ferrari, aí ficamos na dúvida. Daqui a pouco chega o café da manhã dos dois, Ovos Benedite (coisa estranha pra Macho, mas sei lá né.. vai que é chic). O rapaz começou a comer e uma baba branca ficava sempre no canto da boca dele  ele comia com a boca meio aberta. Daí decidimos: Se é porco desse jeito e não liga pra esses detalhes, só pode ser macho mesmo. (Porco, mas macho...kkkk)

Fofocas à parte, saímos dali e fomos buscar um cartão de celular para colocar no meu Iphone. Depois de 2 horas descobri que a Vivo não desbloqueou o celular quando pedi no Brasil. Fomos para o Sawgrass Mills, que é um shopping gigante perto de Miami e saímos dele lá por volta de meia noite em direção a Orlando (onde fica nosso hotel). Detalhe, são uns 350Km de distância. Chegamos eram 3 da manhã. Acabados. Banho e cama.

Cardápio do dia:
10h: Café com Pastry doce (um pão doce com glacê por cima e um recheio de baunilha mais doce ainda)
11h: Frozen Marguerita
15h: Almoço: Asa de frango frita com batata e refrigerante
22h: Cinnamon roll com suco de limão/raspberry
1h: Prensado de presunto e queijo e Hash Browns (batata frita) com café

98° a 99° dia - 17 e 18/05/2011

No dia anterior à minha viagem e no dia da viagem, foi tanta a correria que não consegui fazer os posts. Como eu já esqueci exatamente o que comi, prefiro apenas colocar aqui o que aconteceu por cima.
Na correria de deixar o máximo de coisas prontas para me afastar do trabalho por 15 dias para umas férias rápidas com minha esposa nos EUA, acabei comendo em restaurante por quilo e tentando me controlar no dia 17, mas dia 18, que foi o dia da viagem em si, tirando o almoço (macarrão) da minha mãe, o resto foi comida de aeroporto e de avião (ecaaa...), o que não tem como ser bom, a não ser que vc viaje de primeira classe (não é meu caso).

Tudo certo dentro do vôo, a companhia era LAN Peru (por causa do preço), e o serviço até que foi bem legal, mas a comida na ida foi chilena ( o vôo vinha de Santiago) e depois da conexão em Lima, a comida foi Peruana. Tudo bem que era de avião, mas precisava ser tão ruim? Comi para não morrer de fome.