8 de jul de 2011

149º dia - 07/07/2011

Amanhã serão 5 meses de operado.


O que eu percebi disso tudo? Que conforme os dias vão passando e a vida começa a retornar ao que era antes, com suas rotinas e mesmice, agente vai venod os motivos que levaram agente a engordar.
Por exemplo, se num dia como hoje, que saí correndo de manhã pra ir ao dentista, tentei tomar um café rápido antes de ir pro trabalho, fui pra São Paulo levar processo pro Tribunal, dali pra Fundação, chegando lá foram várias coisinhas pra resolver e dali pro fórum e depois pro shopping pra resolver o chip do celular da minha irmã na TIM, isso ants de almoçar às 17h!!!
Tudo errado, claro! Mas antes via como normal e ia somente descontar toda a diferença e fome em uma mega-refeição do tipo 2 lanches com batata e refri grande do McDonalds. Hoje, tenho que procurar algo mais equilibrado possível e em quantidade que não me faça passar mal e que possa comer em tempo rasoável, mastigando a coida, senão ia passar mal e vomitar tudo. Ou seja, a operação me forçou a aprender a comer na medida e tempo certos. Escolhi uma batata assada com strogonoff. Não, eu sei que não é light, mas pelo menos tinha carboidratos e proteínas na medida para a ocasião. Claro que tem gordura também, mas muito, muito menos do que eu comeria antes. E estas diferenças na qua tidade e escolhas é que estão cooperando para continuar a perder peso.
O grande barato foi levar meu sobrinho junto e ir ao cinema com ele assistir Kung-fu Panda 2. Sempre diversão garantida levá-lo ao cinema. Suas risadas expontâneas e altas são uma delícia.
Depois do filme fomos encontrar com minha mãe em uma pizzaria, mas nem comi nada. Belisquei 1/3 e fatia de muzzarella.
Em casa fiz um café e comi uma fatia pequena de pão de sêmola com margarina na frigideira. Muito gostoso.

Cardápio do dia:
9h30: 3 goles de todynho
12h: café com 3 garfadas de bolo
17h: batata assada com strogonoff de carne
19h30: pipoca
22h: 1/3 fatia de pizza de muzzarella
0h: 1 fatia pequena de pão de semolina com margarina e café