3 de jul de 2011

144° dia - 02/08/2011

Acorde às 7h depois de ir dormir às 2h...Como ter um bom dia?
Comecei pelo café da manhã, tomando café com um sanduiche de pão egg sponge com ovo frito e presunto e queijo derretido. Fica bem pequeno, mas mesmo assim não cabe. Fica sempre umas mordidas pra trás. Quem gosta é meu cachorro.
Deixei a Joyce na Pós às 8h e fui para a reunião na FECIBESP que só aconteceria às 10h. O jeito foi puxar o laptop e ficar trabalhando lá mesmo até a hora da reunião.
No meio da Assembléia recebo uma ligação de um amigo com a trsite notícia de falecimento de sua filha que acabara de nascer na noite anterior prematura. Velório às 16h. Foi uma das experiências mais tristes da minha vida. Ver aquela pequena bebê no caixão minúsculo, com familiares e amigos chorando ao seu redor, inclusive eu. Que Deus lhes dê forças para enfrentar essa provação. Deve ser horrível, sem dúvidas.
Fui buscar a Joyce na pós e passamos no meu padrinho antes de ir ao shopping buscar um presente para uma amiga que fará aniversário semana que vem. Jantamos comida alemãe depois para um cineminha na Reserva Cultural. Muito bom o filme, com a Catherine Deneuve e Gerard Depardieu.
Ganhei uma calça de meu padrinho que diz estar muito grande para ele, pra mim ficou exatamente meu tamanho agora. Adorei.
Na volta pra casa passamos na padaria Maria Louca no Ipiranga e comi 1/2 x-salada.
Estou triste ainda e pelo jeito vai demorar a passar.



Cardápio do dia:
7h30: Sanduiche de pão, presunto, queijo e ovo com café
11h: amendoim japonês
12h: sopa de feijão com macarrão
15h: café com bolinho Ana Maria
20h: salsicha, eisbein, chucrute, pure de maçã e costelinha de porco com chopp
21h: café
0h: 1/2 x-salada com coca zero

2 comentários:

  1. Alexandre,
    Conheci seu blog hoje, muito prazer. Gosto do jeito de escrever dos homens, sempre bem objetivos, sem muitas voltas, bem legal. Também fiz redução de estômago, exatos oito dias antes de você. Só uma pergunta, por favor não me ache intrometida": você faz um acompanhamento nutricional? Porque vendo seu cardápio, de um modo geral dá a impressão de que você come sem preocupar com o que come. Acho que nós operados devemos prestar muita atenção não apenas na quantidade, mas na qualidade do que comemos. O negócio da baixa nutricional é muito sério, pense nisso. E um grande abraço.
    Silvana

    ResponderExcluir
  2. Eu faço acompanhamento nutricional, mas não consigo seguir todos os dias as recomendações, e acabo cedendo às tentações frequentemente. Tomo as vitaminas receitadas e tento equilibrar proteína, com fibras e carboidratos, mas acabou comendo muita gordura e açucar também, especialmente nesse frio que tem feito e quando estou mal ou estressado. Acho que se não fizesse isso de vez em quando deixaria de ser eu. Tento equilibrar, mas quando extrapolo compenso de alguma forma, com exercícios ou comendo menos besteiras no dia seguinte ou na próxima refeição. O que eu não faço é tentar comer além do que o equivalente a uns 200g de omida, porque sei que não cabe e é por isso que operei, pra diminuir a quantidade de comida ingerida.

    ResponderExcluir